Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Histórias da Alma

A vida é apenas uma passagem, e os momentos vividos, sejam bons ou maus, são necessários para o nosso crescimento, mas se deixarmos que seja o AMOR a guiar sempre as nossas atitudes, pensamentos e vontades, a Alma viverá FELIZ

Histórias da Alma

A vida é apenas uma passagem, e os momentos vividos, sejam bons ou maus, são necessários para o nosso crescimento, mas se deixarmos que seja o AMOR a guiar sempre as nossas atitudes, pensamentos e vontades, a Alma viverá FELIZ

Ter | 15.05.18

Escrever....Para não Esquecer....

Maria Grace

 

Desistir

 

 

       Para ser sincera, confesso que muitas vezes questiono- me "para quê" ou "para quem" escrevo. Porque perco tanto tempo a criar frases, que resultam em textos, que saiem dos meus pensamentos, mas que não chegam a ninguém. Não ajudam ninguém. "Dizes tu!" ouve-se uma voz lá do fundo do corredor, que tenta alcançar o meu entendimento, com a finalidade de me pôr a refletir.

    Chego à conclusão que escrevo para aliviar a alma, talvez para me ouvir, quando muitas vezes não me ouvem, porque amo dar azo à imaginaçào e deixar me levar para o Mundo da Alice, que neste caso seria o Mundo da Maria Grace. E  porque existirá sempre alguma alma que se identificará.

     Mas o pontito de interrogação está lá, e não arreda pé, como se costuma dizer.

     Porque a desmotivação por vezes é tanta, a falta de confiança, que permito ir me abaixo e quase desistir. Porque quando dou por mim estou só, sem linhas escritas, sem falas e sem plateia.

    Um dia disseram me: " Ninguém quer saber de tristezas, de lamúrias, de mau estar". Sim, vero meu caro, mas a alma nem sempre está alegre! Há umas horas atrás, estava eu a almoçar,  quando passou por mim uma mulher a chorar convulsivamente, agarrada ao telefone. Que sensaçao má eu tive naquele momento, como se de repente tivesse colocado o meu coração junto ao dela, e sentisse a sua dor. Tive um desejo enorme de lhe dizer " Calma, vai passar".  

Desistir

 A tua história vai se resolver, e a tua alma vai sorrir novamente. Como vêem, todos temos os nossos dias menos felizes. 

    Por vezes tenho receio daquelas linhas extra que autorizo que passem para o papel, sem antes terem sido editadas, reavaliadas pela sensatez. Dou um pouco mais de liberdade ao meu lado insano, concordando que este respire um pouco, mas logo me arrependo. 

  

        Sei que posso parecer deveras contraditória, aos olhos dos que me lêem, pois ora sou uma Alma alegre, promovendo a confiança, o optimismo, a felicidade, mas num virar de página, sou a personagem principal de uma novela deprimente. . 

Desistir

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

    São Histórias da Alma. Quem não as têm? 

    E como a maré, são 7 fases deprimentes, para 7 fases excelentes.

   E o que parece desanimador, de repente eu consigo transformar em contagiante. 

   É só querer....

Caramba! Tantas horas de sono perdidas, durante cinco anos da tua vida, aprendendo a relatar, a comunicar, a contar histórias, para desistir agora! 

Desistir

 

   Para virares costas aos teus sonhos! 

    E como que por mera coincidência, hoje vi uma luz ao fundo do túnel, através de umas quantas linhas preenchidas de histórias reais, que me encheram a alma de energia e confiança. E comecei a acreditar. Sim....

   Eu náo posso desistir das minhas memórias, boas ou más, das aventuras por que passei, pois sem mim morrem sem nunca terem sido partilhadas. Acabam por desaparecer num armário, por baixo de outras folhas, outros livros. Somem no tempo, sózinhas.  

    Eu tenho que continuar a escrever mais e mais, sem nunca perder aquele entusiasmo que sempre me moveu... Aquele apetite voraz que sempre tive por criar, por imaginar. Eu tenho de escrever....Para não Esquecer!  

 

Desistir

 

 

"Escrevo sem pensar, tudo o que o meu inconsciente grita. Penso depois: não só para corrigir, mas para

justificar o que escrevi".

           Mário de Andrade

 

 

      

 

 

9 comentários

Comentar post