Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Histórias da Alma

A vida é apenas uma passagem, e os momentos vividos, sejam bons ou maus, são necessários para o nosso crescimento, mas se deixarmos que seja o AMOR a guiar sempre as nossas atitudes, pensamentos e vontades, a Alma viverá FELIZ

Histórias da Alma

A vida é apenas uma passagem, e os momentos vividos, sejam bons ou maus, são necessários para o nosso crescimento, mas se deixarmos que seja o AMOR a guiar sempre as nossas atitudes, pensamentos e vontades, a Alma viverá FELIZ

Ter | 26.06.18

Dos 7 aos 70

Maria Grace

  

Sangue azul

     Sempre ouvi a minha mãe dizer que a nossa personalidade muda a cada sete anos. Eu fazia os cálculos e esperava. Sete  e sete  são quatorze, com mais sete , faz vinte e um, tenho sete  egos, e não gosto de nenhum. E esperava pela nova temporada, que só voltaria passados sete anos. 

  Resolvi pesquisar sobre esta teoria, designada como Teoria dos Setênios, que vem afirmar que a nossa maneira de ser e de estar muda a cada sete anos. Ora vejamos:

 

setenios

 

 

 

 

 

0 aos 21 anos

 

 

Setênio do Corpo

A fase do desenvolvimento do corpo físico, e o início da formação da nossa personalidade. 

 

 

 

 

 

setenios

 

21 - 42 anos

 

Setênio da Alma

 

   Podemos afirmar que nesta fase, a alma já se sente inserida numa sociedade, e capaz de fazer as suas escolhas. Saber distinguir o certo do errado, e calcular as consequências das suas ações, e os efeitos que poderão ter nos outros. 

 

 

 

     

         42 - 49

                        49 - 56

                                    56 - 63

                                                 63 - 70

 

  

   Apenas a partir dos 42 e em diante, segundo esta teoria dos setênios é que começamos a olhar para a vida de uma outra forma, mais madura e responsável.  Começamos a pensar com mais profundidade nos prós e contras das nossas decisões. Quais as consequências que poderão advir destas. É um novo ciclo, em que quanto mais próximos estamos dos últimos setênios, começamos por fim, a conseguir viver profundamente e espiritualmente.

   Claro que, conforme o historial de cada um, mais leve ou pesado, estes ciclos podem adiantar-se ou atrasar-se para o individuo. Quantos existem que têm 50 anos, e são autênticos irresponsáveis, ou podemos ver jovens de 20 anos que já demonstram uma maturidade enorme nas suas ações, na forma de falar, de ver a realidade.  

 

setenios

  

     Curiosamente é a partir dos 42 que começamos a questionar o nosso papel na sociedade, se somos úteis no nosso dia-a-dia, se somos importantes para os que convivem connosco, e como tornar as nossas relações com o próximo, melhores. Pensamos:

 " Tenho algum sonho? Serei eu capaz de correr atrás dele, de o concretizar?"

" Como está a minha relação, o meu casamento?"

" O meu relacionamento com os meus filhos é bom? Ou estou a cometer algum erro, que não identifico?" 

  Claro que, mediante a historia de vida da alma, poderão ser estas perguntas a serem feitas, ou outras diferentes, mas todas têm uma mesma base, que considero ser a importância do ser humano na sociedade onde está inserido, e a sua ligação com as outras almas. 

  E se analisarmos bem, ano por ano, o nosso percurso de vida, esta teoria faz sentido. 

  O meu novo ciclo iniciou há uns dias atrás. Agora é aguardar pelas mudanças, pelos novos resultados que hão-de vir com as novas ações, com novos registos.

 Com os novos olhares da alma, para o mundo. 

setenios

 

 

 

3 comentários

Comentar post