Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Histórias da Alma

A vida é apenas uma passagem, e os momentos vividos, sejam bons ou maus, são necessários para o nosso crescimento, mas se deixarmos que seja o AMOR a guiar sempre as nossas atitudes, pensamentos e vontades, a Alma viverá FELIZ

Histórias da Alma

A vida é apenas uma passagem, e os momentos vividos, sejam bons ou maus, são necessários para o nosso crescimento, mas se deixarmos que seja o AMOR a guiar sempre as nossas atitudes, pensamentos e vontades, a Alma viverá FELIZ

Sex | 03.08.18

Deserdada!

Maria Grace

 

Deserdada

 

    Será normal alguém ficar DESERDADO em Portugal, apenas porque não consegue fazer uma habilitação de herdeiros? E já explico mais adiante o porquê. 

   A História é esta.  Existe uma acção de prestação de contas, a decorrer em Tribunal, (pelo menos havia até há uns dias atrás, pois o Juiz resolveu arquivar o processo, sem tão pouco ouvir nenhuma das partes), desde o ano de 2014, no seguimento de uma herança deixada por um marido à sua esposa, e um pai às suas duas filhas. 

  O pai da família faleceu em 2009, mas o abuso de poder verificado, durante 5 anos, e a recepção de cartas a reclamar dívidas existentes da sociedade, obrigaram uma das filhas ( a que confiou, e se lixou) a intentar uma acção em tribunal, de forma a salvaguardar-se a si e á sua família directa, pois não iria ser responsabilizada por erros cometidos por terceiros, aqueles a quem ingenuamente tinha confiado a sua parte da herança.  

Deserdada

 

 A HERANÇA: uma sociedade de viveiros, construida num terreno com 13 hectares, no Algarve. Depois de um inventário completo, contabilizadas todas as plantas, desde o cacto mais pequeno até á Bananeira maior que havia, verificou-se que só ali, estavam 50 Mil Euros.

 

 

Deserdada

 

    Uma propriedade cuidada e tratada pelo pai, desde 1975, cujo desejo, já para o fim, era o de deixar às suas FILHAS o negócio existente, e citando o próprio "desde que bem gerido, pode ainda dar muitos lucros, e ficam todos bem". 

   13 Hectares!!!! Digam lá se não havia espaço para todos? Claro que sim.

   Mas uns quiseram ser lambões.

   Quem? A filha mais velha, e a Mãe. 

 

 

Deserdada

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

   Lamentavelmente, recusaram a partilha do bem, sugerida inicialmente, e que de facto fazia sentido, alegando que iria destruir o negócio familiar.

Repito: FAMILIAR.  

    No final, contornaram eficazmente a lei, e venderam a sociedade, sem o conhecimento de uma das filhas, alterando os estatutos da firma, no próprio dia em que se celebrou a escritura de compra e venda.

    O PREÇO: 475 MIL Euros. Mas o comprador, irritado, o Sr. Rufito deixou escapar a um ex-trabalhador, que já tinha pago pelo terreno 1 MILHÃO E DUZENTOS MIL Euros.

   Toda esta fúria,  porque, a filha lesada, sem ter ainda conhecimento da venda, teria solicitado ao funcionário da firma que colocasse uma placa a dizer "Vende-se". E o mais engraçado...Sugestão da própria irmã, que lhe tinha pedido para colocar a quinta à Venda,  mesmo já tendo sido apalavrada com o atual dono, que posteriormente veio a saber-se, eram "muito" conhecidos. Dizer amigos parece mal!!!  

    Na realidade, confirma-se que a lesada é mesmo azarada. No decorrer do processo, a mãe falece. E como se já não bastasse terem-lhe omitido a venda da sociedade, também lhe ocultaram a morte da mãe. Eu sei! Eu sei! Um choque!

Deserdada

 

 

 

     A situação agrava-se, pois para poder continuar a reclamar a herança, não só a do pai, mas também da mãe, é necessária a bendita Habilitação de Herdeiros. 

  Mas existe um meio irmão, um meio herdeiro, um meio entrave, em parte incerta. Um meio alguém que não está registado em nome do pai, nem da mãe, em Portugal. ??????????   Ou seja, não se consegue obter o seu assento de nascimento, de forma a poder fazer a habilitação.

   Conclusão: processo parado... processo arquivado... E queixosa de mãos e pés atados.

   E o tempo a correr. E o tempo a saltar. E a queixosa sem nada ganhar.   

   Mas porque deixou o Tribunal passar todo este tempo? Esta entidade, que deveria respeitar as necessidades dos cidadãos que a esta apelam, os lesados, cujos danos causados por terceiros obrigaram a ser posta uma acção judicial, para conseguirem ver o pouco que fosse da sua herança, que é destes por direito, deixada por um pai e uma mãe.

  E o motivo: "Sem a habilitação de herdeiros, não se pode dar continuidade ao processo". 

     - É só o que tem para dizer, Sr. Dr. Juíz? Meretíssimo Juíz !  Então e eu?

   Vou ficar deserdada, porque não consigo um documento?

   Vou ficar deserdada, angustiada, humilhada, porque não consigo um papel? 

    Pois é!  Por momentos esqueci-me que estava em Portugal!

   Juizes corruptos, advogados comprados... Todos comunados...

    Não se encontra outra explicação.

    É isso! 

Deserdada

 

 

 

12 comentários

Comentar post